O teu nada é tudo

Não me importa se não tens nada para me oferecer. 
Basta-me o teu sorriso doce, pela manhã, mal abro os olhos. Basta-me aquele olhar cúmplice que me lanças, quando me fazes uma pergunta, mas já sabes a resposta. Basta-me a tua mão colada à minha sempre que a minha alma parece estar perdida, o abraço que me protege, quando o mundo todo parece estar revoltado comigo.
O teu nada é tudo o que preciso. Tudo o que importa para mim.

Créditos da imagem: Direitos Reservados

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *