Presente de uma vida

Seguiam de mãos dadas, bem apertadas, em silêncio, sem olharem um para o outro. Ele, cabisbaixo, estaria provavelmente à procura de respostas, mas a sua cabeça esbarrava apenas em pontos de interrogação. Ela dava passos lentos e os seus olhos fixavam-se no horizonte, onde o sol desapareceria daí a alguns minutos. Como ela!
O que seria daqueles dois corações quando ela regressasse ao seu país?
O tempo escapava por entre os dedos, como a areia da praia… 
Por fim, compreenderam. Estavam a desperdiçar o presente que o presente lhes estava a oferecer e a sofrer por uma separação que ainda não acontecera.
Abraçaram-se e decidiram celebrar a dádiva que a vida lhes dera. Ofereceu-lhes a oportunidade de se conhecerem, a oportunidade de toda uma vida!

Créditos da imagem: Direitos Reservados

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *