Sem limites

Gosto de ti, mesmo que não sintas o mesmo por mim. Gosto de ti, mesmo que nunca me dês um sinal, um carinho, uma palavra de afeto. Gosto de ti sem ilusões, sem expetativas, sem pretensões, sem exigências.
Gosto de ti hoje, como gostava ontem e como sei que vou gostar amanhã. Sem limites de tempo ou de espaço. Não há distância que apague o que sinto nem haverá tempo suficiente para te esquecer. É mais forte do que eu ou do que tu.
Enquanto houver vida haverá amor ou será o contrário? Não importa.
Apenas gosto, apenas dou sem pensar se alguma vez vou receber, apenas sinto que sou uma pessoa melhor por te ter conhecido. Ainda que chore, ainda que lamente, ainda que doa, gosto de gostar de ti.

Créditos da imagem: Rita Catarino
Poderão ver mais fotografias aqui.

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *