Despedida

Depois da chegada, a partida. Depois do beijo, a despedida. Depois do amanhecer, o anoitecer. Depois do acordar, o adormecer. Depois da juventude, a velhice. Depois da alegria do encontro, a tristeza da separação. Depois da emoção da descoberta, a melancolia de uma lágrima que cai.
A vida é uma eterna batalha de opostos. E, no entanto, vale a pena acreditar nos encontros, ser feliz à chegada, mesmo que a partida esteja iminente. Entre um momento e o outro, há um coração que se enche de energia, uma alma que rejuvenesce de amor, uma alegria imensa que nos inunda o sorriso e que faz com que tudo valha a pena.
Ainda que tenhamos de partir, ainda que tenhamos de dizer adeus, ainda que tenhamos de ir, há experiências que vivemos só uma vez na vida, que fazem de nós pessoas melhores. Há doces lembranças que guardamos connosco para sempre. Há cheiros, sons, imagens e texturas que passam a fazer parte de nós, qualquer que seja o nosso destino, que amenizam a dor na hora da despedida.

Créditos da imagem: Helena Simão

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *