A tua casa

Sabes onde pertences? Sabes qual é o teu lugar? Onde é a tua verdadeira casa? Onde é o teu lar? Não importa onde nasceste, onde já moraste, onde vives agora. Procura dentro de ti. A tua casa é onde te sentes feliz. Não deixes que te cortem as asas, que te digam que não pertences a este ou àquele lugar. Não te deixes assustar pela distância ou pela dificuldade do percurso.
Se tiveres de voar, voa. Se tiveres de correr, corre. Se tiveres de andar, dá um passo de cada vez. Se tiveres de esperar pelo comboio, espera. Mas não te deixes levar pelo desânimo nem pelo medo de não ser bom o suficiente. Só o teu coração te poderá dizer a verdade. Por isso, não oiças mais ninguém. Acredita no teu coração.
Quando chegares, se o teu coração estiver em paz, então, tudo fez sentido. Se o teu sorriso for a janela da tua felicidade, tudo está no seu devido lugar. Se os teus olhos brilharem, chegaste, finalmente, a casa, ao teu lugar. É aí que pertences.

Créditos da imagem: Helena Simão

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *