Recomeço

Chegou o momento de abrir a cortina e olhar com coragem para o mundo que está lá fora. Chegou a hora de olhar para ti pela última vez. Há muito que não te sentia feliz, há muito que me dizias que sim por dizer, na esperança que me cansasse e fosse embora. Há muito que me deitava à noite e não conseguia dormir.
Sabia que algo que não estava bem, sabia que, mais tarde ou mais cedo, teria de fechar a porta à nossa história e acreditar que, do outro lado da cortina, está uma janela com vista para o recomeço, com uma brisa de ar fresco, com o sol a trazer novamente esperança à minha alma.
Tudo é temporário, tudo é efémero, tal como tu, que agora ficas para trás. Tal como eu, que agora vou para outras paragens. O importante é sentir e eu senti, o importante é viver e eu vivi. O importante é tentar e eu tentei, acreditei, lutei, até chegar a hora de mudar de rumo. E começar tudo outra vez.

Créditos da imagem: Direitos Reservados

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *