Às voltas

A vida dá tantas voltas que, às vezes, perdemos a noção de onde estamos, perdemos o equilíbrio e precisamos de ter onde colocar a mão para não cairmos. A vida faz-nos dar tantas voltas que, por vezes, deixamos de saber por onde andamos e para onde queremos ir, ficamos confusos, completamente baralhados com tantas mudanças.
Mas, por mais voltas que a vida dê, há sempre uma bússola dentro de nós, que não nos deixa desorientar. Basta ouvir a nossa voz interior em vez de todas as outras vozes ruidosas e contraditórias do exterior. Basta sintonizar o nosso coração, seguir as suas indicações, estar atento a tudo o que tem para nos dizer. Só ele nos poderá levar a bom porto.
Só o nosso coração nos poderá dizer quando ficar e quando ir embora, quando persistir e quando desistir, quando saltar e quando dar um passo lento, com todo o cuidado, quando confiar e quando ignorar, quando ouvir e quando gritar. Por que não aproveitar as voltas que damos para dançar com o destino e ser feliz?

Créditos da imagem: Direitos Reservados

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *