Atreve-te

Atreve-te a ser tu próprio, com as tuas imperfeições, com os teus defeitos, com os teus mais e os teus menos. Atreve-te a dar um passo maior, quando os outros te tentam encolher com as suas palavras e os seus gestos. Atreve-te a ser mais, mesmo quando as voltas que dás te colocam sempre no mesmo sítio e não te deixam avançar. Atreve-te a fazer com que aconteça, mesmo quando tudo parece parado, mesmo quando recebes apenas silêncio em vez de amor. Atreve-te.
E atreve-te a lutar pelo sim, como se toda a tua vida dependesse de uma simples palavra, de um simples momento. Com um sorriso. Sempre com um sorriso no rosto e o coração sereno. Se estiveres em paz contigo, os olhos irão refletir esse estado de tranquilidade e de infinita sabedoria.
Mas atreve-te a virar a página, quando aquela em que estás já terminou. Há nãos que te vão fazer bem, mais à frente. Há nãos que existem para desbloquear o teu caminho. Só precisas de te atrever a seguir, sem olhar para trás.

Créditos da imagem: Direitos Reservados

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *