O essencial

Que nada nem ninguém te deixe duvidar de ti. Que em nenhum momento questiones o que vales, o que és e o que és capaz. Que nunca desistas do que te faz sorrir nem apagues a chama da esperança. Por mais obscuros, densos e tenebrosos que sejam os teus dias e as tuas noites, nunca te esqueças que tudo é temporário e que as nuvens negras um dia irão desaparecer e, quando o sol voltar a brilhar para ti, tudo estará no lugar certo.
Que a força que tens dentro de ti nunca deixe de lutar pela tua paz. Que o mundo, o teu mundo, seja meigo contigo e te dê a mão quando necessitares e amor quando o teu amor próprio fraquejar. Que tenhas o coração leve, pronto para seguir viagem, sem amarras e sem âncoras. Que nada nem ninguém te impeça de fazeres o que tens a fazer, de arriscar, de te ultrapassares.
Que a distância nunca te afaste do essencial, do que faz os teus olhos brilharem. E que nunca sintas que não mereces mais porque mereces ou que não consegues abraçar os teus sonhos porque consegues.

Créditos da imagem: Helena Simão

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *