Obrigada

Obrigada por ter tempo para desfrutar da magia que é assistir na primeira fila à despedida de mais um dia de sol, à saída de cena de um dos protagonistas da vida, que prova todos os dias que há sempre um início e um fim para tudo. Obrigada por momentos como este, em que o silêncio e os sons das ondas do mar a baterem de mansinho na areia molhada se misturam numa sinfonia de esperança.
Obrigada pelos que hoje estiveram, pelos que amanhã vão estar e pelos que já não estão. Foram importantes enquanto tinham de ser e serão sempre uma bênção, serão sempre uma lembrança que voará nesta dança de paz num céu que muda de cor, mas não de sentido. Obrigada pela força que recebo todos os dias, pela dose de coragem e loucura que me ofereces e também pelo medo que me acompanha sempre. Faz-me estar mais atenta, faz com que pise o chão com mais cuidado.
Obrigada pelos amigos que me tens dado. Eles são o motor dos meus dias, o sorriso que o meu coração não teria se não existissem, a leveza que os dias de angústia me tentam tirar. São o que me fazem ser hoje quem sou e, sobretudo, o melhor que ainda quero ser amanhã. Tenho tanto, sou tanto, sonho tanto, quero tanto e não preciso de mais nada.

Créditos da imagem: Helena Simão

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *