Espero por ti

Espero por ti, mas tu não vens. Aguardo, tentando acalmar a revolta que se vai apoderando do meu corpo e que tenta, à força, soltar-se em lágrimas. Mantenho-me aqui, teimosamente. Não arredo pé, não quero acreditar que não vens, embora já o adivinhasse. No fundo, sempre soube, mas precisava de ver com os meus olhos e de sentir todo este frio que percorre o meu corpo. Precisava de perceber a tua ausência, precisava de me magoar com a dor desta distância que tu quiseste.
Espero por ti. E, enquanto isso, o dia prepara-se para chegar ao fim, o sol vai desaparecer a qualquer momento no horizonte, deixando o céu marcado com as cores da saudade.
As pessoas partem na sua busca incessante por algo mais. Vão com pressa, não querem perder nada desse mais. As gaivotas percorrem o meu horizonte, lembram-me que eu deveria levantar a minha âncora e partir. Ainda espero por ti, mas tu foste à procura de algo mais noutro lugar.
Desististe de nós. Prescindiste de nós para procurar outra pessoa que espere por ti enquanto ainda não sabe que um dia não vais aparecer.

Créditos da imagem: Helena Simão

Arquivo

4 Comments

  1. Elsa Janes
    Fevereiro 1, 2017
    Reply

    podia ter sido eu a escrever…
    é a minha história. 🙂
    Beijinho
    Elsa

    • Helena Simão
      Fevereiro 1, 2017
      Reply

      Olá Elsa, obrigada pelo seu comentário e por se identificar com estas palavras. Um beijinho

  2. Março 27, 2017
    Reply

    Hello there! I could have sworn I’ve been to this blog before but after checking through some of the post I realized
    it’s new to me. Nonetheless, I’m definitely delighted I found it and I’ll be
    book-marking and checking back frequently!

    • Helena Simão
      Março 28, 2017
      Reply

      Hello! Thank you for your beautiful message! I hope you’ll be back soon! Could you tell me where are you from?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *