Regressa

Recomeça sempre que o caminho já não for para ti. Quantas vezes andamos perdidos sem saber o norte, sem saber que sorte nos espera, sem saber que caminhamos rumo a um beco sem saída?
Respira fundo. De nada vale temeres o pior, receares ser pior do que os outros. Ninguém é imune ao erro. E não é um erro que nos define, mas a forma como aprendemos com ele.
Relativiza. Afasta-te do problema se isso te permitir olhar melhor para ele. Nada é tão gigante que não se consiga resolver e o que a vida ditou que tinha de ser vai fazer-te crescer, por isso, agarra o que vier com calma e com a alma de quem é muito mais do que apenas problemas.
Repete. Tenta uma, duas, três, quinhentas vezes. Se o teu sonho comanda as tuas ações e se o teu coração acredita incondicionalmente, continua a tentar. Num corredor de portas trancadas, há uma que apenas se encontra encostada. Não deixes de a abrir.
Regressa aos braços de quem te faz bem, aos cantos familiares da tua casa. Vai em busca de pedaços de ti próprio por esse mundo fora. Vai em busca do que é novo para ti, à descoberta de mais mundo. Mas volta nem que seja para começares de novo.

Créditos da imagem: Nathalie Aguiar

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *