Dias assim assim

Por mais que te esforces, haverá sempre dias assim assim, dias banais, dias em que os sonhos encalham no cais da espera. Por mais que lutes, haverá sempre dias em que irás perder, dias em que te sentes rejeitado, frágil, abandonado por todos. Por mais que tentes caminhar, haverá sempre dias em que as pernas já não têm forças para andar, em que os passos que dás são para trás e para o lado, em que o caminho que escolheste não tem saída.
Por mais fé que tenhas, haverá sempre dias em que a esperança foge de ti, em que vês um mundo que não reconheces, haverá sempre dias de desalento, de solidão. Por mais que tentes escutar a voz que ecoa dentro de ti, haverá dias em que não a consegues ouvir, em que parece que ela não existe ou que não há nenhum coração a bater dentro de ti. Mas há.
Não é um obstáculo que nos faz desistir, não é uma derrota que nos faz parar, não é o desalento que nos faz ficar para trás. A força, a esperança, o sonho, o querer, o acreditar serão sempre a nossa bandeira. E no meio de um assim assim, há um sim. No meio da rejeição, há um olhar de atenção. No meio do denso nevoeiro do abandono, há uma mão que te levanta.

Créditos da imagem: Direitos Reservados

Arquivo

2 Comments

  1. Setembro 7, 2017
    Reply

    I’d have to examine with you here. Which is not one thing I usually do! I take pleasure in reading a post that may make folks think. Additionally, thanks for permitting me to comment!

    • Helena Simão
      Setembro 25, 2017
      Reply

      Thank you for your comment!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *