E agora?

E agora? É o fim, quando esta dúvida ecoa na tua cabeça como se a tua sobrevivência dependesse da resposta. É o fim quando te sentes aprisionado entre um antes e um depois que ainda não existe, nem sequer na tua imaginação. Fechas o ciclo, encerras um capítulo, terminas aquilo que parece ser toda a tua vida. É o fim, pensas. E agora? Nada vês para além desse vazio que penetrou até às entranhas. Nada vislumbras além de um nevoeiro cerrado que escondeu tudo a tua volta, até os teus pés e os teus braços.
Mas este fim é só mais um começo, é só mais uma oportunidade para iniciares de novo esse caminho que é a tua vida. Este fim é a vida a dizer-te “sei que pode correr melhor”. E vai correr. Tens é de te libertar desse emaranhado de sofrimento que te envolve. Um fim é sempre o início de alguma coisa.
E agora? Olha para ti, vai ao mais profundo do teu ser e começa de tudo de novo. Levanta os olhos e acredita nesses sonhos que estão bem guardados dentro de ti. É agora!

Créditos da imagem: Direitos Reservados

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *