Se a história acabou…

Se a história acabou, segue em frente sem olhar para trás. Não espreites, não hesites. Não tentes rescrever sobre um texto rasurado. Guarda apenas o melhor do que viveste e volta a abrir o coração para uma nova história. Se o caminho não tem saída, ousa recomeçar. Não há idade nem altura certa para isto ou aquilo. Enquanto houver tempo e vida a pulsar dentro de ti, começar é sempre uma possibilidade. Começar vai depender sempre de ti.
Se as palavras se esgotaram ou ficaram presas e não saíram, usa o silêncio. Por vezes, mais vale nada dizer em vez de atirar à cara, de cobrar, de exigir, de ferir. Por vezes, o que não dizes torna-te mais forte e mais sensato.
Se o sonho caiu por terra, volta a sonhar uma e outra vez. As vezes que forem precisas. As vezes que fizerem sentido para continuares focado e determinado. Não desistas de sonhar. Desiste desse sonho, se for caso disso. Assume que há pontos finais que têm de ser dados com convicção para que outras linhas sejam escritas, outros textos, outros capítulos.
Se a esperança te abandonou, fecha o livro. Limpa a tua mente de todas as expetativas e frustrações e aceita viver sem nada esperar. Deixa-te surpreender.

Créditos da imagem: Direitos Reservados

 

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *