Quero acreditar

Quero acreditar no sorriso fácil, naquele sorriso que fala em todas as línguas, que desbloqueia conversas, que desarma más disposições. Quero acreditar que o trabalho dá frutos, que a vontade vai longe, que a determinação e o foco são as pernas de que precisamos para caminhar rumo à realidade.
Quero acreditar que dias maus não fazem de nós más pessoas, que os momentos tristes não nos tornam pessoas tristes, que presentes envenenados não nos transformam em pessoas amargas. Quero acreditar que o que não deu certo não tinha de dar, que o que não correu bem acabou por ser o melhor para mim, que os trambolhões que damos são para nos voltar a pôr no lugar certo.
Quero acreditar nas coisas simples, nos amigos improváveis, nas gargalhadas imprevistas, nos caminhos imprevisíveis. Quero acreditar que a minha força não depende de ninguém, mas que, quando nos unimos, levamos a força muito mais longe. Quero acreditar no amor.

Créditos da imagem: Helena Simão

 

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *