Aqui e agora

Agradeço todos os minutos deste dia que me permitiram chegar a este momento tão especial, tão intenso. Sou apenas eu a prestar contas à vida, a mostrar-me tal e qual eu sou, sem máscaras, sem sorrisos falsos, sem outras pretensões que não sejam viver feliz e em paz.
Agradeço todos os dias difíceis que ultrapassei, todos os obstáculos que enfrentei, todas as vezes em que tive de desistir, recuar, parar. Foram todos esses dias que me tornaram mais forte e me tornaram naquilo que sou hoje. Agradeço a todos os que estiveram comigo apenas por egoísmo e não por amizade, a todos os que estiveram por perto apenas para me criticarem, para pôr achas na fogueira ou atirar a primeira pedra.
Graças a eles, aprendi a contar primeiro comigo e a saber com quem contar. Graças a eles, aprendi a desviar-me rapidamente das pedras e de todas as palavras que apenas pretendiam ferir. Tornei-me mais rápida, mais forte, mais seletiva, mais ponderada, mais silenciosa. Há gestos que dizem mais do que qualquer palavra.
E agora que desfruto da vida com o melhor que tenho e sou, posso dizer que vivo em pleno, que vivo intensamente, que estou em paz. Porque apenas estou aqui e agora.

Créditos da imagem: Catarina Lopes

 

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *