Altos e baixos

Que as linhas do tempo te encaminhem para o espaço onde pertences. Que te sintas protegido pelas notas musicais das palavras dos outros. Que te sintas bem vindo onde chegas, que esse seja o teu lugar, a tua casa, o teu lar. Que ganhes carinho, amizade, amor, alegria, sorrisos.
Que o cansaço se deixe vencer pela energia, pela confiança de que é esse o caminho, de que é esse o passo certo. Que o medo de errar seja superado pela vontade de fazer diferente, de ser diferente. Se te enganares, pelo menos, tentaste, pelo menos, fizeste. Se te enganares, pelo menos saberás que não era por ali.
Antes a certeza de um erro do que a dúvida de não teres ido até ao fim. Que a vida seja leve e, mesmo nos momentos em que não for, que nunca percas o rumo, nunca te desligues de quem és, nunca questiones o teu valor. Que o final seja feliz mas, sobretudo, que a viagem, com os seus altos e baixos, te faça feliz.

Créditos da imagem: Direitos Reservados

 

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *