Igual a ti

Não precisas de ser o mais rápido. Não tens de ser o mais corajoso nem sequer o mais forte. Não precisas de ser o mais sorridente, o mais bonito, o mais sociável, o mais perfeito. Só tens de ser tu. Com as tuas qualidades e os teus defeitos. Com as tuas diferenças e as tuas semelhanças. Com os teus dias bons e os dias menos bons.
Não precisas de correr para chegar mais depressa. Sabes, às vezes, o melhor não está no final da viagem, o melhor está no percurso, no que fazes para lá chegar. E se não parares para desfrutar, para respirar, para observar, podes perder o momento.
Por isso, não tens de te fazer notar por teres algo diferente. Serás notado por seres diferente, por seres único e não por andares à procura de algo ou alguém para imitar e para seguir. Aceita quem és e do que és capaz. Só tens de ser igual a ti próprio.

Créditos da imagem: Helena Simão

 

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *