Tempestade

Eras o meu farol na noite escura. Eras a minha bússola no meio da tempestade, que tem sido a minha vida.
Acalmaste as ondas do mar, amainaste o vento e a chuva até parou de cair no meu coração, já alagado de tanta dor. Guiaste-me até vislumbrar terra, até ver luzes de uma povoação não muito distante.
Mas, depois… A luz do farol apagou-se, um relâmpago voltou a atingir-me, ainda com mais violência, e perdi o rumo.
Era quase manhã e, de repente, todo o céu voltou a ficar negro e carregado de lamentações, preparado para as descarregar sobre a minha cabeça.
Como vou eu chegar a terra perdida com este mar agitado? Virá alguém à minha procura?
Fecho os olhos. Vou deixar-me guiar pela bússola que há dentro de mim. Outro farol acenderá as luzes. Vou conseguir chegar a terra…

Créditos da imagem: Nathalie Aguiar

Arquivo

4 Comments

    • Helena Simão
      Abril 3, 2017
      Reply

      Thank you for your words!

  1. Setembro 7, 2017
    Reply

    But a smiling visitant here to share the love (:, btw great design and style.

    • Helena Simão
      Outubro 23, 2017
      Reply

      Thank you Micah!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *