Mantém-te simples

Mantém as coisas simples. A beleza das coisas está na sua simplicidade. Mantém-te simples. Não precisas de ter muito para seres feliz. Precisas de ser. Precisas de dar afetos, ajudar os outros, sem pensar em recompensas. Não esperes receber nada em troca. Receberás, sim, quando o universo entender que é a hora certa de te dar a mão. Mantém-te simples. Se vires que o caminho é demasiado sinuoso e complicado, provavelmente, não estás no caminho certo. Se os teus dias são demasiado angustiantes porque tens medo de fracassar, de não corresponder às expetativas dos outros. Se vives agarrado a demasiadas preocupações, aprisionado com arrependimentos, com o coração trancado pelo sofrimento, provavelmente, deixaste-te enredar pelas teias complexas da tua existência. Corta as amarras. Volta atrás. Deixa para trás tudo o que já não precisas. Liberta-te desse peso que carregas às costas. Vais sentir-te mais leve e vais perceber que não precisas de muito para viver. E é nas coisas mais simples que vai encontrar o mais importante, o essencial.

Créditos da imagem: Nathalie Aguiar

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *