Abraça-me

Abraça-me como se nunca tivesses abraçado ninguém. Abraça-me como nunca abraçaste ninguém. Abraça-me, sem pressa, sem segredos, sem ilusões, sem receios. Somos apenas duas pessoas unidas por um gesto de carinho, um gesto capaz de alimentar a alma por uma vida inteira.
Abraça-me como se abraçasses todo o universo, como se me quisesses proteger de todas as intempéries e de todo o sofrimento por que já passei. Deixa que os nossos corpos se entrelacem como se fossem um só. Mesmo que seja por alguns momentos. Mesmo que seja breve, deixa que seja infinito. Dá o melhor de ti, o mais sincero de ti. Eu retribuirei com o melhor que sou, o melhor que posso ser, o mais verdadeiro que há em mim.
Abraça-me mesmo que tenham passado muitos anos, desde que nos vimos pela última vez, sem direito a despedida, sem direito a um último adeus. Abraça-me mesmo que os anos tenham tomado conta do meu corpo, mesmo que a idade esteja marcada em cada ruga, mesmo que a saudade tenha tornado o meu olhar triste. Abraças-me?

Créditos da imagem: Direitos Reservados

Arquivo

2 Comments

  1. Setembro 7, 2017
    Reply

    Hi, just required you to know I he added your site to my Google bookmarks due to your layout. But seriously, I believe your internet site has 1 in the freshest theme I??ve came across. It extremely helps make reading your blog significantly easier.

    • Helena Simão
      Setembro 27, 2017
      Reply

      Thank you for your comment!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *