A vida

A vida encolhe-te se tu, perante os problemas, te encolheres também. A vida apaga-te, quando preferes ficar com o certo em vez de ires à procura do incerto ou quando optas pelo assim assim em vez de ires em busca do que te faz ficar nervoso e com borboletas na barriga. A vida reduz-te se, em vez de sonhos, alimentares apenas obrigações e rotinas.
A vida escurece o teu caminho, quando deixas de acreditar que o melhor ainda está para vir. A vida desilude-te a partir do momento em que te esqueces de lhe agradecer tudo o que ela te dá e, em vez disso, não te cansas de lamentar a tua falta de sorte e falta de norte.
A vida desconfia dos que não confiam nela, desiste dos que não lutam por ela, apaga os que não lhe dão brilho, contraria os que não depositam a esperança nas suas mãos, desobedece aos que não lhe pedem para realizar os seus sonhos. A vida quer que saibas que vai dar o seu melhor por ti. E tu só tens de respirar fundo, sorrir e ter fé. Se confiares nela, já deste o maior passo. Estica-te e agarra a vida com os dois braços bem abertos.

Créditos da imagem: Helena Simão

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *