Sem medo

Às vezes, a montanha parece grande de mais e tu pequeno de mais. Às vezes, surgem problemas em catadupa, quais ondas gigantes. Surgem como nuvens aterradoras, sombrias e densas e ocupam todo o espaço livre que tinhas. Deixam-te sem fôlego, sem ânimo, sem força. Deixam-te com medo de que vai correr mal, deixam-te sem chão para pisares.
Às vezes,o caminho parece demasiado íngreme, demasiado longo, demasiado difícil. E quando pensas que não pode ficar pior, fica. É nessas alturas em que te sentes abandonado pelo mundo e esquecido pela vida que te olhas nos olhos e decides: ou desisto ou vou ultrapassar isto.
E vais, vais com toda a tua garra, vais sem medo de perder porque já nada tens a perder, vais com toda a tua fé. Sim, ela nunca te abandona. A vida sabe do que és capaz e está a mostrar-te isso mesmo: que és muito mais do que imaginas.

Créditos da imagem: Helena Simão

Arquivo

4 Comments

  1. Elsa Janes
    Abril 17, 2017
    Reply

    Top top!!
    Muito bom, mesmo!
    Obrigada!
    Elsa

    • Helena Simão
      Abril 18, 2017
      Reply

      Olá Elsa, muito obrigada pelo incentivo. É bom ler estas palavras! Um beijinho

  2. Setembro 7, 2017
    Reply

    Enjoyed reading through this, very good stuff, thankyou. “We swallow greedily any lie that flatters us, but we sip little by little at a truth we find bitter.” by Denis Diderot.

    • Helena Simão
      Setembro 8, 2017
      Reply

      Thank you for your comment!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *