Sorriso

Desisto do que não me faz bem, de quem não me quer bem, do que não vai correr bem. Desisto de querer ser tudo para todos, de estar em todo o lado ao mesmo tempo, de dizer que sim por obrigação ou cortesia. Desisto dos dias que passam e deixam marcas de dor, das tormentas que não passam com o passar dos dias.
Desisto de sofrer por antecipação, de perder à partida, de me amedrontar sem sair do lugar. Desisto de carregar o mundo às costas, de tentar decifrar as vírgulas, as reticências e os espaços em branco, de guardar as opiniões dos outros.
Desisto de um mundo sombrio e cinzento para insistir no sorriso de um amanhecer. Desisto da lágrima de tortura para insistir no sorriso de uns olhos tranquilos, que não precisam de saber tudo para saberem ir sem medo. Insisto em acreditar no lado bom da vida, nas voltas certas que o mundo dá.
Insisto no sonho, no trabalho, na determinação. Entre o que a vida nos dá e tira, insisto em acreditar que o que fica é sempre mais. Basta vivermos cada dia com um sorriso. Basta agradecermos cada dádiva com o coração.

Créditos da imagem: Melânia Gomes
Poderão ver mais fotografias em facebook.com/MelaniaGomesOficial

Arquivo

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *